Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2020 > Março > Economia revoga 16 Instruções Normativas da área de logística e serviços gerais

Economia

Economia revoga 16 Instruções Normativas da área de logística e serviços gerais

GESTÃO

Medida busca desburocratizar o funcionamento da máquina administrativa
por publicado: 02/03/2020 08h30 última modificação: 02/03/2020 12h04

O Ministério da Economia (ME) revogou, na última quarta-feira (26/2), 16 Instruções Normativas (IN) relacionadas ao setor de logística e serviços gerais do governo. Os normativos tratavam de temas como o cadastro de fornecedores, aquisição de passagens aéreas nacionais ou internacionais e operacionalização do pregão eletrônico.

A Instrução Normativa nº 12 – ato que promoveu a revogação das INs – tem o objetivo de desburocratizar o funcionamento da máquina administrativa a partir do estabelecido na Lei Complementar nº 95/1998, que trata da elaboração, redação e consolidação das leis.

“Essas instruções normativas já estavam tacitamente revogadas, mas poderiam atrapalhar o dia a dia de trabalho dos gestores e servidores públicos que atuam na área. Então, a finalidade da medida foi a de simplificar os processos”, explica o secretário de Gestão do ME, Cristiano Heckert.

 Confira a lista de INs revogadas:

 - Instrução Normativa nº 2, de 11 de dezembro de 2007;

- Instrução Normativa nº 3, de 15 outubro de 2009;

- Instrução Normativa nº 4, 11 de novembro de 2009;

- Instrução Normativa nº 5, de 18 de dezembro de 2009;

- Instrução Normativa nº 1, de 10 de fevereiro de 2012;

- Instrução Normativa nº 5, de 18 de junho de 2012;

- Instrução Normativa nº 8, de 13 de setembro de 2012;

- Instrução Normativa nº 2, de 22 de agosto de 2013;

- Instrução Normativa nº 3, de 4 de outubro de 2013;

- Instrução Normativa nº 4, de 15 de outubro de 2013;

- Instrução Normativa nº 6, de 23 de dezembro de 2013;

- Instrução Normativa nº 1, de 26 de março de 2014;

- Instrução Normativa nº 3, de 24 de junho de 2014;

- Instrução Normativa nº 4, de 20 de março de 2015;

- Instrução Normativa nº 7, de 18 de agosto de 2015;

- Instrução Normativa nº 9, de 21 de novembro de 2018.

Esta é a segunda iniciativa da Secretaria de Gestão (Seges) para revogar documentos antigos que já não tinham mais validade na prática. Em agosto do ano passado, outras 164 portarias já haviam sido revogadas. Ainda neste ano, a secretaria irá analisar cerca de 200 outros normativos para verificar se estão implicitamente extintos ou se perderam a validade.